Relatos

Nascimento do Davi - Carol Lisboa e Danilo Affonso

Momento mágico!
Um sonho concretizado.. Meu sonho era que meu filho Davi chegasse ao mundo no aconchego do nosso lar, sem intervenções e com a graças a Deus, esse sonho foi possível!!

Sim, muitas pessoas (familiares) foram contra, falaram que eu era louca, etc... foram tantos blá...blá...blá, eu escutava por um ouvido e soltava pelo outro. Comecei a me aprofundar cada vez mais no assunto, e a cada pesquisa eu confirmava ainda mais meu sonho, a cada nova pesquisa me apaixonava ainda mais pelo parto humanizado.

Parir é algo tão maravilhoso, você se transforma, junto com seu filho nasce uma nova mulher, uma leoa como diz uma amiga (Angélica), é um momento mágico e único!!

Davi começou a dar sinal no sábado, acordei com cólica e essas cólicas ficaram o dia todo, o sábado foi longo, pois faltavam algumas coisas para o parto como: Piscina e Aquecedor.

- Piscina minha irmã havia comprado pelo site e não havia chego, então corri atrás de uma amiga (Adrielli) para emprestar a dela.

- Aquecedor, aproveitamos a viagem que fomos buscar a piscina para dar uma olhada na loja, mas estávamos sem dinheiro, fomos em casa buscar e a hora que chegamos cade Aquecedor?

Tinham vendido, fomos falar com o gerente e graças a Deus havia um no mostruário....ufa!
Eu estava com 39 semanas e 3 dias, não imaginava pelo fato de ser o primogênito, que nasceria, eu estava confiante que nasceria com 41 semanas!! Estava arrumando tudo pensando que talvez só fosse algo q havia comido que estava me dando aquelas cólicas, mas uma amiga (Camila) com sua experiência me afirmava...Davi está chegando!!

As 23h00 avisei a equipe (parteiras e doula) que o Davi estava chegando, me mandaram descansar e me alertaram que essa cólica poderia durar até 72h fiquei tranquila, na verdade estava bem tranquila, pois frequentei várias reuniões, onde me passaram muito conhecimento e domínio da situação.

Fui para um churrasco com os amigos, voltei as 4h00 (isso porque era para descansar), no churrasco deram duas cólicas fortes, minhas amigas todas animadas, pois Davi estava a caminho!! (meu marido acabou estrapolando, pois a tempo não tomava uma cervejinha, acabou ficando ruim). No domingo umas 7h00 acordei com a cólica um pouco mais fortes, comecei a me exercitar, recolhi roupa, brinquei com os cachorros, etc (maridão roncando, pensei em não acordá-lo, pois ele precisa estar bem a hora que eu realmente precisar dele), avisei a equipe que as dores estavam aumentando, me mandaram ir para o chuveiro por uma hora ?bem quente? kkkk fiquei por 25 minutos e acabou caindo a resistência (não precisava ser tão quente...kk), me passaram um chá pra fazer, iria no mercado comprar as coisas, mas as dores começaram a piorar, então resolvi acordar o maridão para lhe dar a notícia de que o nosso Davi realmente estava a caminho e precisávamos urgente ir comprar as coisas para o chá...kkkk (acordou super bem e disposto, foi até engraçado!), mas no fim não fomos, pois o mercado irira abrir às 09h00 e nesse horário as dores pioraram e começou a pegar ritmo (10 em 10 depois 5 em 5 min.), avisei a equipe e às 10:30 chegou a doula (Samara), me fez ir a pé até o mercado rebolando para comprar as coisas para o almoço, fizemos meu prato preferido (panquecas).

Enquanto a panqueca não saia, Samara colocou forró para a gente dancar e se distrair, a hora q vinham as contrações eu ficava na bola ou andando pela casa, as contrações já estavam mais fortes!

Na hora do almoço chegou a Giovona, após o almoço começaram contrações mais fortes (a hora q vinha eu procurava me mexer, mas já estava difícil), umas 15h00 começaram as contrações mais fortes ainda (a hora q vinha eu travava), fizeram escalda pés, acupultura e um cha de ?bruxa? kkkk (mega quente para acelerar), nisso chegou a Priscila, umas 16h30 fizeram o toque e eu estava com 7 de dilatação (q alegria...vamos andar!!! kkk), na caminhada vinha contração e eu travava, agarrava a doula, o marido ou quem estivesse na frente! As contrações estavam bem mais intensas..

Chegando em casa fui para o chuveiro, as parteiras sugeriram que eu ficasse em quatro apoios, pois a posição que o Davi estava ajudaria a descer, era a posição que mais doia, mas vamos lá.. Quanto mais doia, mais Davi descia. Depois de alguns minutos estourou a bolsa (na perna do meu marido) e as dores aumentaram....

A água do chuveiro não estava tão quente então terminaram de encher a piscina com panelas e mais panelas....kkkk Enquanto a piscina não estava com água suficiente, fiquei na banqueta (lugar onde imaginava que iria parir, pois várias amigas minha pariram na banqueta) pra mim estava muito desconfortável, não conseguia nem sentar direito!!

Enfim... me colocaram na piscina (que alívio) relaxei muito, nem lembro das contrações terem vindo (fase expulsiva), fiquei um bom tempo na piscina (estava morrendo de medo que me tirassem, pois na minha cabeça não estava vindo a contração, mas estava sim) logo depois já senti o cabelinho do meu príncipe, nem acreditei, ele estava chegando, depois de alguns minutos saiu a cabecinha e depois de 1min. e 32 seg. (confirmados pelo vídeo) saiu o corpinho! Foi a melhor sensação da minha vida, incrível, GRATIDÃO.... DAVI nasceu e agora é do mundo, já respira sozinho, não é mais só da mamãe!! Kkkk... Papai muito orgulhoso cortou o cordão, após ele parar de pulsar!

Agradeço de coração....

?A equipe Priscila Colacioppo, Giovana Françani Fragoso e Samara Barth pelo lindo trabalho, encorajamento e força que me passaram!
?Ao meu marido Danilo Affonso por ter me dado todo o apoio e força que eu precisava!
?A fotógrafa e amiga Michelle Alciati pelas lindas fotos.

Carolina Lisboa Mastromauro



Relatos

O depoimento de um pai historiador

Hospitalar

Minha experiência gestacional e de parto: o depoimento de um pai historiador. A minha esposa (Érica Ramos gatíssima e lindona) e...

Nascimento do Otto - Larissa Pereira e Juliano Baltazar e Nina Baltazar

Domiciliar

A chegada de Otto Pela segunda vez, meu marido Juliano e eu estávamos prestes a vivenciar um dos momentos mais lindos...